Sopa de morcego que foi consumida na China é a causa do Coronavírus

De acordo com uma história que está circulando na internet, uma sopa de morcego seria a causa de todo o problema. Ainda segundo uma publicação, a tal sopa seria feita com morcegos que consomem frutas.

O Vídeo mostra sopa de morcego sendo consumida por mulher em Wuhan (China). Ela é considerada a verdadeira causa de surto por Coronavírus no país.

Texto a seguir:

“QUE TAL? A disseminação do coronavírus entre humanos na China pode ter origem em morcegos e cobras, como sugere uma análise genética do patógeno que até agora causou 25 mortes e a infecção de mais de 600 pessoas. Não está claro, entretanto, como o vírus se espalhou entre humanos. Surgiu a suspeita de que o “link” entre os morcegos e as pessoas seja uma sopa que seria consumida em Wuhan, o principal foco do coronavírus e que está isolado. A sopa é feita com morcego que se alimenta de frutas. Imagens da iguaria se multiplicaram nas redes sociais após o início da propagação do vírus, contou o “Daily Star”. Não houve verificação oficial”.

“SOPA DE MORCEGO | Vídeos de pessoas comendo uma sopa de morcego se espalharam pelas redes sociais após vários estudos identificarem que esses animais são os hospedeiros nativos do coronavírus. Nas imagens, gravadas em Wuhan, na China, uma mulher aparece comendo um morcego imerso em um caldo.
Um estudo da revista científica Science China Life Sciences, a pedido da Academia Chinesa de Ciências de Pequim, apontou que o vírus está relacionado com os morcegos. No entanto, afirma que para a transmissão aos humanos é preciso um hospedeiro intermediário, como as cobras”.

Afinal, Sopa de morcego que foi consumida em Wuhan (China) é a causa do Coronavírus?

Será que essa história de que a sopa de morcego seria a causa do Coronavírus é real? não!

De fato, existe uma hipótese (que ainda não foi confirmada) de que o vírus pode sim ter vindo de animais, como o morcego. A hipótese também cita as cobras, mas, por enquanto, tudo não passa disso: uma hipótese não confirmada. Com base nisso, compreendemos que seria necessário cuidado para afirmar que o vírus veio do consumo da sopa.

Entretanto, o vídeo da sopa de morcego que acompanha a publicação não tem nada a ver com o Coronavírus. Assim que essa história da sopa surgiu na mídia, alguns contrapontos também começaram a aparecer. Uma delas é do site Buzzfeed. De acordo com eles, não existem provas de que o vídeo tenha sido gravado no mercado de Wuhan.

Além disso, outros veículos de comunicação começaram a destacar que a origem dessa história é muito mais complexa do que, simplesmente, a sopa de morcego.

O estudante brasileiro Heros Martines, que mora na cidade de Wuhan, disse que a hipótese de que a suposta culinária chinesa ser a causa do Coronavírus é, no mínimo, engraçada. Ele ainda citou que nunca viu a tal sopa no país e afirma que a culinária chinesa é muito estereotipada.

Outro site foi além e foi enfático em afirmar que o boato é preconceituoso. A página destaca que o morcego não é uma iguaria em Wuhan. Muito menos na China.

O site indicou que o vídeo pertence à uma chinesa, mas não foi gravado na China. As imagens, na verdade, mostram a influenciadora digital Wang Mengyun, em 2016, experimentando um morcego em Palau, uma ilha da Micronésia.

A jovem mantinha um canal de viagens na internet, onde viajava para diversos lugares do mundo, mostrando o estilo de vida das pessoas. O impacto do vídeo foi tanto que a jovem até se desculpou com seus seguidores.

Após o vídeo viralizar, ao ser relacionado com o Coronavírus, Wang Mengyun tratou de tranquilizar todo mundo. Em depoimento, a jovem disse que o consumo de morcegos trata-se de algo relacionado à culinária local de Palau e não tem nada a ver com Wuhan ou com o Coronavírus.

CONCLUSÃO: a história que diz que a sopa de morcegos é a causa do Coronavírus é falsa! De fato, existe a hipótese de que o vírus tenha vindo de animais, como morcego ou as cobras. Porém, a tese de que a sopa de morcego seja a causa não se sustenta. Além de ser algo que não é típico no país, o vídeo que circula com as publicações não tem nada a ver com o vírus e sequer foi gravado no país.