Vídeo mostra feira de comida com animais vivos na China

De acordo com um vídeo, em especial, tem chamado a atenção. As imagens mostram uma feira que, supostamente, seria de comida com animais vivos. Em Wuhan, na China, feira de comida com animais vivos atrai diversas pessoas e vídeo mostra como a feira funciona.

O coronavírus surgiu por causa dela. No vídeo (que não vamos exibir aqui) é possível ver o que parecem ratos fritos, também cachorros presos em gaiolas e outras animais.

Abaixo segue o texto que circula junto do vídeo:

“Isso é a China! Atenção Cenas Fortes! A mesma que alimentação exótica, deu inicio a H1N1 a SARS dona do coronavírus. Cenas Fortes para amantes de PETS, lá eles são comida. Mas não julguem existe escassez de agricultura, pecuária e outros. Sopa de morcego e cobra rançosa. Seria a fonte da nova Epidemia Coronavírus. Vitamina C, hidratação, garganta úmida, mãos limpas. Ajuda!”.

“Feira da china, só comida boa!”.

Afina, o Vídeo mostrou feira de comida com animais vivos em Wuhan, China?

As imagens causaram espanto nas redes sociais e geraram muito burburinho. Mas será que essa história de que existe uma feira de comida onde preparam animais vivos como alimento é verdade? Não é!

Uma rápida leitura nas publicações é suficiente para causar desconfiança. As mensagens apresentam caráter vago, alarmista, erros de português e não citam fontes confiáveis.

Como se pode ver Nas imagens, é possível ver o nome “Pasar Extreme Langowan”. Ao procurar pela palavra “Langowan”, chegamos à uma feira na Indonésia.

De acordo com serviços de fact-checking internacionais, esse tipo de venda é tradicional. O Mercado de Langowan é uma feira bastante conhecida na província North Sulawesi, na Indonésia. O mercado vende animais silvestres para consumo humano. Segundo o serviço de fact-checking, é possível observar uma placa, aos 21 segundos, na filmagem que mostra o nome do mercado.

De acordo com serviços de fact-checking internacionais, esse tipo de venda é tradicional. O Mercado de Langowan é uma feira bastante conhecida na província North Sulawesi, na Indonésia. O mercado vende animais silvestres para consumo humano. Segundo o serviço de fact-checking, é possível observar uma placa, aos 21 segundos, na filmagem que mostra o nome do mercado.

CONCLUSÃO: a história que diz que um mercado de comida com animais vivos foi flagrado na China é falsa! O vídeo é real, mas a história não. As imagens, na verdade, mostram o Mercado de Langowan, na Indonésia, e não tem nada a ver com o coronavírus.